Techsun Energia Solar

Crise Hídrica gera aumentos na conta de luz

Propriedade de Arcirio Matias Specht - La. Presidente Becker/Itapiranga

O Brasil passa por uma das piores crises hídricas na história. Segundo dados de afluência do Sistema Interligado Nacional (SIN), essa é a pior crise hídrica dos últimos 91 anos.

Em 1º de junho deste ano, a Agência Nacional de Águas (ANA) publicou a Resolução n°77/2021, que declarava a Situação Crítica de Escassez Quantitativa de Recursos Hídricos da Região Hidrográfica do Paraná, que ocupa 10% do território brasileiro, abrangendo os estados de São Paulo, Paraná, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Goiás, Santa Catarina e Distrito Federal. A situação crítica da região hidrográfica mais populosa e de maior desenvolvimento econômico do País aponta para um cenário de alerta nacional.

Por conta da baixa nos reservatórios, o governo precisou acionar as usinas termelétricas, que custam mais. Todo este ingrediente levou a um aumento na conta de luz.

Bandeiras Tarifárias

O sistema de bandeiras tarifárias foi criado em 2015, com o objetivo de tornar as variações nas contas de luz mais transparentes para o consumidor. Antes do seu estabelecimento, eventuais custos maiores de geração de energia eram repassados para os consumidores apenas no ano seguinte. Com a mudança, as variações nesses custos são refletidas nas contas mês a mês.

O sistema envolvia quatro bandeiras: a verde, a amarela, a vermelha patamar 1 e a vermelha patamar 2. A partir do mês de setembro, somou-se a elas a Bandeira Escassez Hídrica.

Segundo a Aneel, Agência Nacional de Energia Elétrica, a Bandeira Escassez Hídrica representará uma cobrança de R$ 14,20 a mais para cada 100 quilowatt-hora consumidos. Se antes, com a bandeira vermelha patamar 2, a mais cara até então, o consumidor pagaria R$ 69,49 por 100kWh consumidos, por exemplo, agora ele pagará R$ 74,20 kWh, uma alta de 6,78%. Esta nova bandeira deverá permanecer nas contas de luz até pelo menos abril de 2022, pois os números dos reservatórios estão muito baixos, e devem continuar assim. Especialistas já antecipam que mesmo com mais chuva, não vai ser suficiente para recuperar os números.

Transformando em soluções de economia

Em tempos de aumentos na fatura de energia elétrica, proteger o orçamento familiar, instalando energia solar, se torna uma possibilidade muito viável e rentável. A energia solar está se tornando uma opção de redução de custos em casas, propriedades rurais e empresas da região. A geração de energia através do sol possui diversas vantagens, por ser uma energia limpa, sustentável e renovável.

Com um sistema de energia solar de qualidade, é possível reduzir em até 95% a conta de luz. Com uma vida útil de no mínimo 25 anos, em um período de 5 anos aproximadamente, o investimento já se torna rentável. Portanto, os demais 20 anos serão de lucro para o consumidor.

A Techsun Energia Solar é referência em instalação de energia solar na região. A empresa atua há mais de 4 anos no mercado. De acordo com Márcio L. Petry e Alice Lourenço, gestores da empresa, este é o momento adequado para a instalação de energia fotovoltaica. " O aumento do risco de racionamento levou o governo federal a acionar todas as termelétricas fósseis disponíveis no país, mais caras, poluentes e que têm elevado a conta de luz dos brasileiros".

Nos últimos anos, painéis fotovoltaicos tiveram uma queda de preço, o que motivou um crescente investimento na adoção deste tipo de sistema. Cada vez mais, a população de todo o país vem investindo em sistemas solares.

A principal motivação é a necessidade de redução de custos e a incerteza quanto aos aumentos do preço da energia elétrica.

Comece a gerar a sua própria energia elétrica. Visite a TechSun Energia Solar na rua do Comércio, nº 1015, ou entre em contato pelo fone 3194 1866 ou 991185566. Converse com os consultores, tire as suas dúvidas e faça um Orçamentos sem compromisso.


Imagens



EDIÇÃO IMPRESSA

Capa



VÍDEOS



Endereço:
Rua: São Bonifácio, N78, Centro
Itapiranga - SC - Brasil - CEP: 89896-000
Telefone: (49) 3677-0907